Você já ficou em dúvidas sobre que tipo de terno escolher? Nesse post vamos te ajudar a entender sobre qual corte comprar. Existem três tipos, o italiano, inglês e o americano (ou clássico). É importante saber distinguir os modelos, pois cada corte de terno se adapta melhor em um tipo de corpo. Cortes menos cinturados, como o inglês e americano ficam melhores em pessoas acima do peso, por exemplo.

 

O clássico

O corte americano é um dos mais comuns aqui nas Américas e também um dos mais versáteis. Os ombros não possuem muita estrutura, o que dá um caimento mais natural. A modelagem é mais reta, levemente cinturado, o que faz com que esse terno caia bem em, praticamente, qualquer biótipo. Na parte traseira, o que identifica o corte americano é a fenda única central. Os bolsos geralmente são flat, aqueles bolsos com uma aba por cima.

 

O britânico

O mais tradicional e conservador é o corte inglês, vindo diretamente das terras da rainha. Esse corte é pouquíssimo acinturado e bem solto. Os bolsos são flap ou ticket (bolso duplo, pouco comum no Brasil). Esse é o melhor corte para quem está acima do peso. Não há quase nada de estrutura nos ombros, o que o torna muito natural. Atrás, esse tipo de terno tem fendas duplas, tornando-o um ótimo modelo para quem vive com as mãos nos bolsos.

 

O elegante italiano

O ousado chegou, agora vamos ao terno de corte italiano. Nesse modelo temos ombros realçados e bem estruturados, bolso tipo besom (sem abas), nada de fendas atrás e modelagem é mais justa na cintura. Outra característica, que vale ressaltar, são as lapelas mais largas. Esse terno é mais indicado para pessoas magras, por conta da sua modelagem. É um dos cortes mais elegantes. Mas tome cuidado, ternos com ombreiras muito grandes deixam a peça desajeitada ao corpo e assim dando um ar exagerado ao look.

Corte Slim Fit?

Na verdade, não existe corte slim fit. Esses modelos são variações dos três cortes, logo seu terno pode ser “corte inglês slim fit”, “corte italiano slim fit” e assim por diante. A principal característica desse “subcorte” são as lapelas mais finas, abertura maior, menos botões e mais justo ao corpo. Mas fique atento, o terno não deve ficar apertado. A modelagem tem que ficar confortável ao corpo.

 

Use gravatas finas com esse tipo de terno. Se possui alguma dúvida sobre que gravatas usar, leia nosso texto “Detalhes que importam – Gravatas”.

Compartilhe